XXVII – Narrativa Poética – CAMILO CASTELO BRANCO

Nascido com uma má estrela, num tempo em que pouco valia a liberdade do coração, um escritor enfrentou a sociedade do seu tempo e decidiu viver com a mulher que amava, depois de esta ter fugido de casa do marido, um comerciante rico que, contudo, não a fazia feliz. Estiveram os dois presos na mesma cadeia, ela acusada de adultério, ele por ter mantido relações com uma mulher casada, mas no fim foram ambos absolvidos por falta de provas. E foi na cadeia que aquele escritor, genial na escrita de novelas, ganhou fama e escreveu duas das suas obras mais bem sucedidas, numa delas mostrando como um seu tio, que tinha passado pela mesma prisão onde estava,tinha sido vítima da rivalidade entre famílias, não podendo casar com a mulher que amava, o que o levara à morte. A escrita era para ele uma forma de ajustar contas com o mundo que o oprimia e de, a partir da sua própria experiência pessoal, com obras onde havia dados autobiográficos, dar a conhecer os costumes da sociedade do seu tempo, marcada por lutas fratricidas, pelo poder cada vez mais corruptor do dinheiro, pela reclusão de mulheres em conventos, devido ao machismo reinante, ou pelo recurso fácil às armas. Sem nunca conhecer facilidades, aquele escritor, filho natural, órfão de mãe aos dois anos e de pai aos dez, soube ganhar um lugar entre a elite intelectual do seu país, entrou em polémicas, várias vezes teve a vida ameaçada, foi alvo de calúnias e de invejas, e para poder suportar os encargos com a família tinha de escrever compulsivamente. Tudo sacrificou à literatura, com um estilo único, profundo, corrosivo e cheio de humor, mostrando como a vida social é uma farsa e trágica é a condição humana. Por fim, quando a cegueira era iminente, decidiu pôr termo à vida, ao lado da mulher da sua vida, que por amor o levara à cadeia – e que lhe ensinara que nada vale mais do que a liberdade do coração.
Ed 1ª
06/21
Cp Dura
175 pgs
ISBN: 978-989-53135-4-9

9,00

cookie

Usamos cookies para proporcionar-lhe uma experiência melhor e mais personalizada.